segunda-feira, 22 de julho de 2024

Dois espetáculos no último sábado de julho no CAE no âmbito do 17º Festival Orquestra Nacional de Jovens

Vão realizar-se dois espetáculos no próximo sábado dia 27 de julho no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, um à tarde e outro à noite, no âmbito do 17º Festival Orquestra Nacional de Jovens (ONJ).

Sábado 27 de julho à tarde, 16h30:

Orquestra Juvenil, com o maestro Adriano Sabença, espetáculo constituído pelas obras “Bolero” de M. Ravel e 3º Concerto para Piano e Orquestra de S. Rachmaninov. Ao piano estará Tomás Matos e o maestro será Pablo Urbina.

Entrada – 10 euros.

…............................................................

Sábado 27 de julho à noite, 22h00:

Concerto de Encerramento da 17ª edição do Festival da Orquestra Nacional de Jovens da Figueira da Foz - Fingertips Sinfónico.

O que seria do Concerto de Encerramento do Festival ONJ / Figueira da Foz se não fosse uma estreia sinfónica?

Desafiados pelo Maestro Cristiano Silva (diretor artístico e maestro dos projetos sinfónicos UHF, Kátia Guerreiro, Queen Symphony, Stand Up Symphony, Dios Salve la Reina e The Greatest Queen Symphonic) surgem os Fingertips como os grandes convidados da 17ª edição deste festival.

Os Fingertips são uma banda de Pop / Rock portuguesa formada em 2002. Lançaram o seu álbum de estreia "All 'Bout Smoke' n Mirrors" em 2003, tendo alcançado o primeiro lugar nas rádios com o primeiro single "Melancholic Ballad". Neste trabalho faz igualmente parte "Picture Of My Own", incluído na trilha sonora de um conhecido anúncio publicitário de TV e, ainda, "Como Você me Conhece". "Catharsis" é o segundo álbum lançado em 2006, tendo como singles "You're Gone", "Cause to Love You" (nº 1 na rádio airplay) e "Move Faster". Em 2009, os Fingertips lançaram "Magic Heart EP" e o single "Do It (Magic Colors)", que alcançou a posição nº 1 nas rádios e nº 1 no iTunes.

Entrada – 20 euros.

Bilhetes à venda na bilheteira do CAE e na Ticketline.

A Sociedade Instrução e Recreio de Lares vai realizar Residência Artística com a Banda Sinfónica Portuguesa

A Sociedade Instrução e Recreio de Lares irá realizar o Projeto para Banda com o maestro convidado Francisco Ferreira da Banda Sinfónica Portuguesa.Será um projeto de partilhas, de companheirismo e essencialmente de crescimento musical de jovens músicos de várias bandas e escolas de música.

Trata-se um projeto multidisciplinar que, para além da música, irá também contemplar as componentes da dança contemporânea movimento / musicalidade e a prática coral infantojuvenil, integrando jovens e menos jovens não só do concelho mas também de outras partes do país.

Esta Residência Artística tem como coordenador o maestro Cristiano Barros - Maestro da Banda Filarmónica de Lares - e como orientador o maestro convidado Francisco Ferreira, que se faz acompanhar por professores / músicos da Banda Sinfónica Portuguesa que irão promover diversas master classes e participar no concerto de apresentação. A área artística da dança fica a cargo da professora Mariana de Cristo, e o coro regido pela maestrina Alexandra Curado.

O projeto decorrerá de 29 de julho a 2 de agosto de 2024, o qual consiste na preparação de um repertório de concerto multidisciplinar que será apresentado no sábado dia 2 de agosto no CAE da Figueira da Foz pelas 21h30.

sexta-feira, 19 de julho de 2024

A Kompassos Daya Dança da Assembleia Figueirense encerrou ano letivo com “belíssimo espetáculo”!

A pretexto do encerramento do ano lectivo a Academia Kompassos Daya Dança da Assembleia Figueirense, proporcionou-se a todos quantos se deslocaram na passada terça-feira ao CAE um belíssimo espetáculo.

Intitulado “Intemporal” foi isso mesmo: um desfile das melhores tendências da dança que perspassaram o século passado.

Desde o guarda-roupa das bailarinas, passando pelas coreografias, pelas músicas e pelos extraordinários cenários, a Academia fez desfilar no palco um conjunto de bailarinas premiadas internacionalmente que mostraram o bom nível artístico a que se alcandoraram.

O momento foi aproveitado para, com muita emoção, homenagear três delas que deixam a Academia para seguirem o seu percurso académico.

quinta-feira, 18 de julho de 2024

Peça de teatro 'Amigos com Benefícios' do projeto CAE Fora de Portas passa sábado em Tavarede!

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz informa que irá ter lugar no próximo sábado dia 20 de julho pelas 22h00 na SIT - Sociedade Instrução Tavaredense, a peça de teatro "Amigos com Benefícios", com Sofia Alves. Esta é mais uma iniciativa do projeto CAE Fora de Portas, ação CAE em Cena.

“Amigos com Benefícios” é uma comédia familiar divertida, escrita por John Borg e protagonizada por Sofia Alves, e que conta, ainda, com Diogo Lopes e Filipe Matos no elenco.

A história gira à volta da vida familiar de uma Pastora de uma igreja com contornos e ideias radicais, que se depara com problemas inesperados como é o exemplo do seu filho ser gay e querer assumir uma relação. Uma peça sobre temas atuais, para nos divertir e fazer refletir ao mesmo tempo.

Uma produção Teatro Dramax Oeiras, com a direção de Celso Cleto.

Bilhetes a 5 euros, à venda na bilheteira do CAE e, no próprio dia, na bilheteira da SIT.

Sábado há 'Arraial no Largo do Aido' no coreto das Alhadas!

A Sociedade Boa União Alhadense leva a efeito no próximo sábado, 20 de julho, o tradicional "Arraial no Largo do Aido", que terá lugar zona envolvente do coreto de Alhadas junto à sua sede.

A partir das 20 horas haverão petiscos e funcionará uma quermesse. E pelas 22h00 a animação estará a cargo da Banda AFK.

quinta-feira, 11 de julho de 2024

Musical 'Os Três Desejos' próximo sábado na Sociedade Boa União Alhadense

> > > > > > > >

Irina Lopes Musicais apresenta no sábado dia 13 de julho pelas 21h30, na Sociedade Boa União Alhadense, o Musical "Os Três Desejos".

> > > > > > > >

Os lugares podem ser reservados na Sede da SBU Alhadense pelos telefones 233930410 ou 962025023, ou pelo e-mail (sbuniaoalhadense@gmail.com).

> > > > > > > > > > > > > > > > > > >

sábado, 29 de junho de 2024

Centro de Artes e Espectáculos Figueira da Foz anuncia programação de cinema para o mês de julho

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz inicia a sua programação de cinema para o mês de julho, com os seguintes filmes:

A Quimera – Sexta-feira, 5 de julho, 21h30
Sinopse: Um arqueólogo britânico junta-se a um grupo de caçadores de tesouros… Um Orfeu procura a sua quimera, a mulher perdida que um dia amou…

Cada plano desta aventura fascinante entre a realidade e a fantasia, o sagrado e o profano, o passado e o presente, o visível e o invisível, que toca a pele da estranheza e se deixa entranhar por ela, é um acontecimento, e este é o mais belo filme de Alice. Um “país das maravilhas”, mágico e sublime.

Realização de Alice Rohrwacher, com os intérpretes: Josh O'Connor, Carol Duarte e Isabella Rossellini;

Drama, Itália, 2023, 02h13, m/12 anos.

…...............................................................

O Paraíso Queima – Sexta-feira, 12 de julho, 21h30

Sinopse: Num bairro operário da Suécia, as irmãs Laura (16), Mira (12) e Steffi (7) vivem sozinhas, deixadas à sua sorte por uma mãe ausente.

 Com o verão à porta e sem pais por perto, vivem livre e despreocupadamente. Quando os serviços sociais convocam uma reunião, Laura tem de encontrar alguém que se faça passar pela mãe delas, ou as raparigas serão levadas para um lar de acolhimento e separadas. Laura mantém a ameaça em segredo para não preocupar as irmãs mais novas. À medida que o momento da verdade se aproxima, a tensão aumenta e as irmãs são forçadas a confrontar-se com a linha ténue que separa a euforia e as dificuldades associadas ao crescimento. Festival de Veneza 2023 - Prémio Orizzonti para Melhor Realização | London Film Festival 2023 - Prémio Sutherland para Primeiro Filme | LEFFEST 2023 - Prémio Especial do Júri para a Melhor Interpretação (Bianca Delbravo)

Realização de Mika Gustafson, com os intérpretes: Ida Engvoll, Bianca Delbravo e Dilvin Asaad;

Drama, Suécia, 2023, 01h48, m/14 anos.

….............................................................

Restante programação:

A Doce Costa Leste, de Sean Price Williams, sexta-feira, 19 de julho, 21h30;

Paixão, de Ryusuke Hamaguchi, sexta-feira, 26 de julho, 21h30.

Para qualquer das sessões: Bilhetes a 4 euros à venda na bilheteira do CAE e na Ticketline.

sexta-feira, 28 de junho de 2024

Este sábado há Drink & Tell - Tintim por TchimTchim com Ana Lage no CAE!

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta este sábado, 29 de junho, pelas 21h30, no Jardim Interior, uma sessão de contos no âmbito do Drink & Tell - Tintim por Tchim-Tchim, com a contadora convidada Ana Lage.

Com organização conjunta da Bruaá e do CAE, e a parceria da Loja Sol Engarrafado e do Restaurante Olaias, o encontro Tintim por Tchim-Tchim pretende ser um tempo e espaço para ouvir e contar. Uma sessão de narração oral para adultos, ao qual se juntará o vinho, e algo a saborear, complementos perfeitos para uma noite de partilha, em que, juntos, teceremos essa trama feita de palavras e silêncios que faz dos contos poderosos instrumentos de pensamento que estimulam a fantasia, sensibilidade, memória e expressão. Esta sessão terá como convidada a contadora Ana Lage, ilustradora de interiores e escultora de palavras. Nascida em 1966, corre-lhe o Minho nas veias. Iniciou o seu percurso profissional como artista plástica na qualidade de ilustradora de interiores. A partir de 2006 inicia formação contínua como Narradora Oral na Biblioteca de Oeiras onde integra a bolsa de contadores. Tem vindo a especializar-se no âmbito da mediação leitora, com formações no Centro Oeiras a Ler e com uma pós-graduação em Livro Infantil na Universidade Católica. Desenvolve atualmente o projeto “Enredos, Enredilhos e Outros Sarilhos...” um projeto de oralidade que cruza as diversas gerações e integra as diferentes artes no processo de desenvolvimento da literacia. Desde que se iniciou nas lides da narração que ilustra o interior de quem a escuta com palavras esculpidas pelo tempo. É no texto tradicional que encontra a sua casa, matizando-a, de quando em vez, com o texto de autor. Nessa casa que é o seu repertório, acolhe todos os públicos em sessões pensadas para o objetivo a que se destinam.

Uma sessão de celebração do ato de contar e ouvir histórias, essa experiência única e ancestral, renovada constantemente pela cumplicidade entre ouvinte e contador.

Brindemos.

quarta-feira, 26 de junho de 2024

Peça de teatro “M” produção da Associação Viver em Alegria passa na Filarmónica Dez de Agosto!

Adaptação da obra “8 Mulheres”, de Robert Thomas.
“Véspera de Natal. Na casa de campo de Marcel, isolada pela neve que cai desde o dia anterior, os seus familiares estão reunidos para a consoada do Natal de 2023.A estranha ausência de Marcel na manhã daquele dia, vai provocar um reacender de ciúmes e o reviver de tempos conturbados vividos pela família. A suspeita de um deles ser um assassino põe tudo em causa. Pouco a pouco vão-se descobrindo as fraquezas e as ligações perigosas entre eles.”

A peça estreou a 11 de maio deste no âmbito das XLVI Jornadas de Teatro Amador do Lions Clube da Figueira da Foz, no Quiaios Clube.

Próxima exibição: Filarmónica Dez de Agosto, 29 de junho, 21h30.

O elenco é constituído pelos alunos da disciplina de Teatro da Universidade Sénior da Figueira da Foz:

Francisco Santos interpreta Marcel; Anália Filipe, a Mãe; Conceição Toscano, Susana; Elizabete Barbosa como Gaby; Natália Fernandes, Luísa; Dulce Pedrosa, Agustina; Tânia Caldas, Catarina, e Lígia Sá Pinto como Diana.

Adaptação e encenação de Luís Ferreira.

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Vale tudo e a triplicar – Três grandes arraiais no Largo de S. João do Vale!

No âmbito das Festas da Cidade da Figueira da Foz o típico e histórico Largo de São João do Vale vai receber três noites de arraiais populares numa iniciativa da Sociedade Filarmónica Dez de Agosto em colaboração com os moradores do Vale a constituirem-se, presentemente, como associação.Assim, no fim de semana de 22 e 23 deste mês e no fim de semana seguinte, a 29, realizam-se arraiais com comes e bebes, música e quermesse.
No sábado dia 22 atuarão o Rancho das Camélias e a Banda AFK com música de dança.

No domingo dia 23, noite de S. João, atuará a banda Lando Music.

E no sábado seguinte, dia 29 e de S. Pedro, voltam ao local dos animados “crimes” o Rancho das Camélias e a Banda AFK

As febras, as sardinhas assadas e a poesia popular marcam, naquela zona, esta quadra de Santos Populares esperando-se que os figueirenses cumpram a tradição e aproveitem para dançar à volta do chafariz do típico largo com danças populares com "abraços e beijinhos".

(Clicar nos programas para melhor os visualizar)

domingo, 16 de junho de 2024

Woodrock Festival em julho na Praia de Quiaios já tem garantidos vários nomes sonantes!

A 10ª edição do Woodrock Festival acontece nos dias 18,19 e 20 de Julho, na Praia de Quiaios, Figueira da Foz

O Woodrock Festival, organizado pela Associação Cultural e Recreativa sem fins lucrativos “Sombra Janota” é organizado anualmente desde 2013, com exceção de 2020 e 2021 devido às condições pandémicas. Decorre num ambiente descontraído, rodeado pela paisagem florestal da Serra da Boa Viagem e pela Praia de Quiaios, situada poucos quilómetros a norte do centro da Figueira da Foz.Os Norte Americanos WEEDEATER, os portugueses THEM FLYING MONKEYS, 2 SEMICOLCHEIAS INVERTIDAS, MISLEADING, LORD OF CONFUSION, EPILEPSIA ALIENÍGENA e os Ucranianos com base na Figueira da Foz, SINOPTIK, encerram o cartaz da edição de 2024 do Woodrock Festival.

Os WEEDEATER formaram-se nos anos 90 na Carolina do Norte, Estados Unidos e desde então e até aos dias de hoje já deram centenas de concertos, levando o seu Stoner Rock,Sludge / Doom Metal a todos os recantos reais e imaginários, do Planeta.

Estas 7 bandas. juntam-se aos já anteriormente anunciados, LUCIFER, HIPPIE DEATH CULT, JIRM, CACHEMIRA, MAQUINA., TRAVO e OS OVERDOSES, compondo um cartaz sonoramente diversificado e que tem sido a imagem de marca de todas as edições do Festival.

A 10ª edição do Woodrock Festival acontece nos dias 18,19 e 20 de julho na Praia de Quiaios, Figueira da Foz.

Os passes gerais estão disponíveis em 2 modalidades:

Passe Geral com campismo incluído (no Parque de Campismo de Quiaios), 55 euros;

Passe Geral sem campismo incluído, 50 euros.

O valor dos bilhetes pontuais também já é conhecido: Quinta-feira 18 de julho, 18 euros; Sexta-feira 19 de julho, 30 euros; e sábado dia 20 de julho, 30 euros.

Bilhetes disponíveis na plataforma online da BOL e nos locais habituais, bem como na bilheteira do recinto nos dias do evento.

terça-feira, 11 de junho de 2024

Peça de teatro “M” no Caras Direitas em Buarcos pelos alunos de teatro da Universidade Sénior

Numa véspera de Natal, algo de insólito tem lugar numa casarão burguês isolada pela neve que cai desde o dia anterior. Os familiares de Marcel, o dono da casa, estão reunidos para a consoada do Natal de 2023.
A estranha ausência de Marcel na manhã daquele dia, vai provocar um reacender de ciúmes e o reviver de tempos conturbados vividos pela família. A suspeita de um deles ser um assassino põe tudo em causa. Pouco a pouco vão-se descobrindo as fraquezas e as ligações perigosas entre eles.”

Peça de teatro “M” - Adaptação da obra “8 Mulheres” de Robert Thomas.

Com adaptação e encenação de Luís Ferreira, a peça vai ser levada à cena sábado, dia 15 de junho, pelas 16h30, no Teatro Grupo Caras Direitas, em Buarcos.

O elenco é constituído pelos alunos da disciplina de Teatro da Universidade Sénior da Figueira da Foz.

Reserva de bilhetes pelos telefones 963608419 ou 938320874, com aquisições a poderem ser efetuadas na Universidade Sénior da Figueira da Foz (1º andar do Mercado Municipal) e no Teatro Caras Direitas no dia do espetáculo a partir das 15h30.

David Fonseca sábado no CAE com o espectáculo Still 25 que assinala os seus 25 anos de carreira!

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, sábado, 15 de junho, pelas 21h30, no Grande Auditório, um espetáculo com David Fonseca – Still 25.David Fonseca, um dos mais carismáticos criadores nacionais, regressa aos teatros para uma viagem pela sua carreira de 25 anos, de forma original e surpreendente: um espetáculo que cruza música, performance e cinema, onde as histórias por trás de cada canção se revelam através de imagens, palavras e momentos multimédia.

David leva-nos aos momentos privados de criação de cada um dos seus sucessos, desde as primeiras canções com os Silence 4 até às mais recentes na sua profícua carreira a solo, e abre a porta do seu universo pessoal como nunca antes visto em 25 anos de carreira.

As ideias que fizeram nascer as canções, os seus protagonistas e a sua visão artística única num momento intimista de partilha e proximidade.

Bilhetes a 20 e 25 euros à venda na bilheteira do CAE e na Ticketline.

domingo, 2 de junho de 2024

Motivos para visitar a Praia de Quiaios no próximo fim de semana

Boa comida, boa música e muita animação para as famílias e amigos se divertirem à grande!O Street Food Festival 2024 espera por si!

A organização - da Junta de Freguesia de Quiaios - afirma: “Vamos voltar a criar muitas e boas memórias!”

> > > > > > > > >

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Carlos Cunha e Erika Mota à tarde no Paião em sessão 'Fora de Cena - À Conversa com…' e à noite no CAE com 'O Último Fecha a Porta'!

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, dia 25 de maio, pelas 21h30, no Grande Auditório, a peça de teatro "O Último Fecha a Porta", com Carlos Cunha e Erika Mota.

Com um elenco de luxo - Nuno Pires, Carlos Cunha e Erika Mota - esta peça gira à volta de dois amigos sexagenários divorciados e uma enfermeira brasileira, numa comédia que não deixará o público indiferente.

Depois do choque da notícia que só terá três meses de vida, Jorge decide aproveitar com o amigo Artur cada minuto, cumprindo todos aqueles que foram os desejos que nunca realizara.

Uma história, aparentemente, dramática, tratada em tom de comédia pura e acutilante e sem questões por responder, graças à interpretação de um trio artístico que trata de temas que são de toda a gente e que fará o público rir-se de si mesmo.

Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, 25 de maio, 21h30, Grande Auditório, a peça de teatro "O Último Fecha a Porta" com Carlos Cunha e Erika Mota.

Bilhetes a 12,50 e a 15 euros à venda na bilheteira do CAE e na Ticketline.

De referir que, neste dia, pelas 16h00, na Sociedade Filarmónica Paionense, realiza-se uma sessão Fora de Cena. À Conversa com…, com os convidados Erika Mota e Carlos Cunha, com entrada gratuita. Fora de Cena, À Conversa com… é uma ação que se traduz em conversas com individualidades do mundo artístico, fora do palco.

Conversas informais que aproximam o artista do público, numa conversa sobre a sua vida pública e privada.

Tuna Acordes da Foz atua próximo sábado à noite no Museu Santos Rocha com Versões Melódicas

segunda-feira, 13 de maio de 2024

Banda Portuguesa Taxi atua no CAE com Filarmónicas de Maiorca e Alqueidão

O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz apresenta, sábado, 18 de maio, pelas 21h30, no Grande Auditório, um espetáculo com os Táxi com a Filarmónica Maiorquense e Filarmónica do Alqueidão, no âmbito do Orquestrade.
Os Táxi nasceram no Porto, em 1979. Absorvendo a influência musical pós-punk, new wave e ska, inicialmente os Táxi compunham e interpretavam temas originais cantados em inglês. Essa situação mudou quando, em fevereiro de 1981 num concerto no Colégio Alemão no Porto, são “descobertos” por dois elementos da editora Polygram. São imediatamente convidados a gravar um álbum com a condição de ser cantado em português. Os Táxi editaram o seu primeiro disco em 1981, um registo que se tornaria no primeiro disco de ouro do rock português.

Em 1982 editam o álbum “Cairo”, também disco de ouro, cuja capa em lata se tornou rapidamente num objeto de culto. A banda gravou, até à data, cinco álbuns de originais, com temas tão famosos como “Chiclete”, “TV WC”, “TAXI”, “Vida de Cão”, “Lei da Selva”, “Rosete”, “Cairo”, “Fio da Navalha”, “Sozinho”, entre muitos outros temas que fazem parte do imaginário de milhares de portugueses.

Os Táxi estão de regresso aos palcos, com todos os êxitos, que vamos poder ouvir, pela primeira vez, num registo especial, com a Filarmónica do Alqueidão e a Filarmónica Maiorquense, no âmbito do Orquestrade.

Bilhetes a 15 euros à venda na bilheteira do CAE e na Ticketline.

Espectáculo "A Flor e o Gnomo" – Depois do êxito no CAE volta para mais uma sessão desta feita no Museu

Depois de ter esgotado o passado dia 7 de abril no CAE da Figueira da Foz o espetáculo "A Flor e o Gnomo" está de volta à cidade, para mais uma sessão, no dia 19 de maio, às 15h30, no Auditório Madalena Biscaia Perdigão.
O musical foi desenvolvido por Guilherme de Bastos Lima para crianças a partir dos 6 meses e é uma experiência multissensorial tocada e cantada ao vivo.

“A Flor e o Gnomo” é um espectáculo que reúne música, dança e teatro, adaptado para crianças dos 6 meses aos 6 anos. Este musical é uma experiência multissensorial de colo, concebida para dar os primeiros passos na arte. Promove a sensibilidade, a criatividade e a comunicação da criança através de estímulos visuais, auditivos, olfativos e motores. Um universo de melodia e ritmo que semeia a escuta ativa, a curiosidade, a memória e a linguística na criança através da repetição de sons.

Em todos os jardins, de todas as casas, há um guardião, há um Gnomo. Bubá é o Gnomo da nossa história. No seu jardim, crescerá uma flor muito especial. Juntos, cantam e dançam enquanto cuidam da natureza.

- Mas cuidado! Vem aí a Lagarta Comilona!...”

Com ideia original de Guilherme de Bastos Lima, este espectáculo é cantado e tocado ao vivo, e os intérpretes, além de artistas, também são pedagogos do ensino artístico.

Domingo, 19 de maio, 15h30, Auditório Madalena Biscaia Perdigão.

Título: Musical Sensorial para Bebés / subtítulo: A Flor e o Gnomo / 45 minutos / Género: Teatro Musical para Bebés (Música, Dança e Teatro) / Público Alvo: 6 meses aos 6 anos.

Ficha Técnica:

Criação e Produção de Guilherme de Bastos Lima, com os interpretes Alexandra Curado (Lagarta), Gabriel de Castilho (Gnomo) e Mariana de Cristo (Flor).

Apoio à Produção: Elizabete Coelho.

Uma produção: Associação Pequenas Vozes da Figueira da Foz/Escola de Artes do CAE em colaboração com CriAções GBL.

Um projeto apoiado pelo Município da Figueira da Foz.

Bilhetes a 8 euros à venda no CAE.

Grupo de Teatro Escola de Artes do CAE leva Bernarda a Tavarede e Buarcos!

Nos sábados de 18 e 25 de maio o grupo de Teatro da EA CAE leva Bernarda - uma adaptação do texto de Federico Garcia Lorca - a outras salas da cidade onde normalmente não se apresenta e fica mais próximo.

A ideia é expandir e levar arte a mais figueirenses. Dia 18 a apresentação está integrada nas Jornadas de Teatro do Lions e dia 25 será no Teatro Caras Direitas.

Tavarede: 18 de maio, 21h30 no S.I.Tavarede (Jornadas Lions);

Buarcos: 25 de maio, 21h30, no Teatro Caras Direitas

 Entrada livre.

A Casa de Bernarda Alba é a última peça teatral do escritor espanhol Federico García Lorca. É considerada uma das melhores obras e foi finalizada exatamente trinta dias antes do autor morrer assassinado a 19 de agosto de 1936 durante a Guerra Civil. Conta a história de uma mãe autoritária, que controla as suas cinco filhas solteiras. Com a morte do segundo marido, Bernarda (mãe) decreta o luto de oito anos e submete as suas filhas à reclusão, dentro das frias paredes da casa, com as janelas fechadas.

Dramaturgia e encenação de Guilherme de Bastos Lima, com assistência de encenação de Gabriel de Castilho, e os interpretes Cristina Ribeiro, Elizabete Coelho, Francisco David, Joana Martins, Ju Perry, Lígia Roseiro, Maria Ana Trindade, Regina Mendes, Rosa Fajardo, Sandra Adão e Susana Jorge.

Uma produção da Escola de Artes do CAE.

terça-feira, 7 de maio de 2024

Cantigas de Maio: EmCantos de música, dança e cultura tradicionais em Cunhas, Moinhos da Gândara

Nos próximos dias 10 e 11 de maio (sexta-feira e sábado) nas instalações da EmCantos-Associação de Inovação e Tradições em Cunhas, Moinhos da Gândara, irá realizar-se o evento Cantigas de Maio 2024, um evento de celebração da música, dança e cultura tradicionais.
No dia 10, o evento arranca com um serão de fados, pelas 22h00, com o concerto do projeto “O Nosso Fado”, com as vozes de Cláudio Dias e Sara Travassos), num alinhamento que cruza o fado tradicional e os novos autores. Será necessário reserva de lugar, que inclui também a habitual ceia. Após o final do concerto, a animação continua com Nelson Pinto (4U).
No dia 11 pelas 18h00 irá realizar-se um workshop de danças tradicionais do universo folk com a orientação de Eduardo Rainha. Os interessados deverão proceder à sua inscrição. E pelas 22h00, Balfolk, um baile de danças folk para prática das coreografias aberto ao público em geral. Seguidamente, concerto com Amigos do Folk, que farão desfilar um repertório de música tradicional e de intervenção.

A noite terminará com mais dança, com a DJ MonikE aos comandos.

Para reservas de lugar para dia 10 e para inscrições no workshop de dia 11, contactar os elementos da EmCantos-AIT, por mensagem de Facebook, ou através dos contactos telefónicos 968259608, 918912923 ou 965272846.

quarta-feira, 1 de maio de 2024

Espetáculo "A Paz é a Paz" de UMCOLETIVO »» Auditório Madalena Biscaia Perdigão dias 4 e 5 de maio

Nos dias 4 de maio, pelas 16h30 e 5 de maio, pelas 15h30, no Auditório Madalena Biscaia Perdigão da Biblioteca Municipal, vai decorrer o espetáculo "A Paz é a Paz" apresentado por UMCOLETIVO.
Sabemos da guerra porque a bala guardada nos corpos mortos, mutilados, doentes, dos homens é cuidada por mulheres. Mulheres que redesenham o mapa dos estilhaços nos seus corpos, longe, mas íntimos, de outros combates. Mulheres que lutam com os pesadelos, com os silêncios e com as dores. Mulheres que clandestinamente pensam na morte e tragam os gomos de uma laranja, comendo um poema de vísceras e paz. “A Paz é a Paz” é sobre estas mulheres. É um Teatro de Guerra que começou na vida da jornalista e poeta Maria João Carvalho para logo abraçar a Guerra Colonial, nos braços das suas madrinhas, e pensar na Ucrânia e na Palestina. A Guerra, afinal, é a Guerra. E para lá da ausência de frutos nas árvores, de cães e gatos nas ruas, para lá da ausência de pão e teto, acendem-se poemas como estrelas.

“A Paz é a Paz” é um espetáculo de rescrita de “A Paz”, de Aristófanes, afirmando-a como uma tragédia que coloca o público frente-a-frente, corpo-a-corpo, olhos-nos-olhos, entre o conflito e o poema, tateando a espessura da paz entre os escombros.

Este espetáculo é uma parceria com o Teatro Nacional D. Maria II.

Entrada gratuita mediante levantamento de ingresso na Bilheteira do CAE ou do Museu Municipal Santos Rocha.

Drink & Tell - Tintim por Tchim-Tchim no CAE com a contadora convidada Soledad Felloza

Com organização conjunta da Bruaá e do CAE, e a parceria da Loja Sol Engarrafado e do Restaurante Olaias, o encontro Tintim por Tchim-Tchim pretende ser um tempo e espaço para ouvir e contar. Uma sessão de narração oral para adultos, ao qual se juntará o vinho, e algo a saborear, complementos perfeitos para uma noite de partilha, em que, juntos, teceremos essa trama feita de palavras e silêncios que faz dos contos poderosos instrumentos de pensamento que estimulam a fantasia, sensibilidade, memória e expressão. Esta sessão terá como convidada a contadora uruguaia Soledad Felloza. Soledad Felloza é uruguaia de nascimento e galega por adoção. Atriz, contadora de histórias, fotógrafa e diretora do Festival Internacional de Narração Oral Atlântica, com sede na Galiza, tem atuado em festivais da América Latina, Europa e África. É também autora de livros para a infância como “La Vuelta al Mundo” e “A Cozinheira do Rei”, Prémio Europeu de Narração Oral do Melhor Conto para Crianças, com edição em português. Para além de ser formadora na área da narração oral, tem vindo ao longo dos anos a desenvolver um importante trabalho de mediação e animação da leitura em várias bibliotecas.

Uma sessão de celebração do ato de contar e ouvir histórias, essa experiência única e ancestral, renovada constantemente pela cumplicidade entre ouvinte e contador. Brindemos.

Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, sábado 4 de maio, 21h30, Jardim Interior, sessão de contos no âmbito do Drink & Tell - Tintim por Tchim-Tchim, com a contadora convidada Soledad Felloza.

Bilhetes a 5 euros à venda na bilheteira do CAE e na Ticketline.

Dois espetáculos no último sábado de julho no CAE no âmbito do 17º Festival Orquestra Nacional de Jovens

Vão realizar-se dois espetáculos no próximo sábado dia 27 de julho no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, um à tarde e outro ...